terça-feira, 20 de abril de 2010

É uma quase angústia

Espero que o universo conflua num momento único e que me acalma. Hoje sinto-me ansiosa. Inquieta. Irrequieta. Quase que à espera. Quase que com medo. Quase que assustada. Quase ontem sem esperança em amanhã. O coração dos que amo acelera. Sem compreender e sem aceitar, sinto um certo receio de tudo um nada que não controlo mas que sei como certo.
-

Preciso de um abraço tão somente teu.
De um acordar e olhar-te.
De um suspiro por não te resistir.
De guerra que sei transformar-se em paz...

1 comentário:

Menina disse...

Parece que esse texto foi feito para mim. Identifiquei-me totalmente!!

Flor, adorei seu blog!!

Tou seguindo!!

Beijitos!