quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Comunicar

Comunicar é difícil. Estranhamente difícil.
Porque é que em vez de se dizer directamente o que se pensa, deseja ou pretende, se utilizam subterfúgios de linguagem, frases sem sujeito, máscaras de desejos?
Porque é que em vez de se ouvir o que se diz, se tenta subentender ideias, articular combinações de palavras, retiro de conclusões?
Agora imagine-se uma conversa em que não se diz efectivamente o que se quer dizer e se subentende algo do que não foi dito?
Não pode correr bem.
Cada pessoa é um raciocínio diferente. Pensa de forma única.
Porque não ser directos?
.
- Forma fácil -
- Gostava muito voltasses a ficar aqui comigo.
- Está bem, porque te amo.

ou.
.
-Forma difícil -
- Por vezes tenho saudados dos momentos que passei aqui...
- Pois (pensando que se refere à/ao ex. Dói e não se consegue reagir e entender)...
.
Tentemos ser directos. Honestos. Transparentes.
Connosco próprios. Com os outros.

2 comentários:

L'Enfant Terrible disse...

Mas isso nem sempre é fácil, não por nós, mas pelos outros, que estão formatados por regras sociais que levam à codificação de tudo o que dizemos e que sentimos.

Luis disse...

Como te entendo, sofro do mesmo mal, detesto ter que estar sempre a adivinhar as coisas, simplesmente porque as pessoas têm medo de as dizer... :S