segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Não vou desistir nunca

Longo caminho o que me espera. Acabei de vestir a armadura branca de algodão. Pelo joelho. Limpo o óleo da vida ao fato-macaco. Arregaço as mangas. Olho em frente e arranco. O coração cozido em duas partes, uma que já te pertenceu. Está quente e arrepio-me. Estava frio quando derreti. Agora, num tempo ameno de por de sol de outono tenho a certeza deste objectivo: ser feliz.

3 comentários:

Marquês de Sade disse...

Cumpre esse objectivo!
Bjinho

Inês e Mafalda disse...

Absolutamente Genial menina :) beijinhos

Luis disse...

E vais ser, muito feliz mesmo! Eu não tenho dúvidas disso ;)

bjnhs