segunda-feira, 11 de abril de 2011

Amo-te!

"Confesso que  quando te vejo sorrir renasce e aumenta cada bocadinho infinito da minha paixão e amor por ti. Quando sinto o teu corpo juntinho ao meu, qual provocação. No meio da turbulência a paz. No meio do medo a certeza. Os meus lábios no teu pescoço. O cheiro que é só nosso. A intimidade que não podemos devolver. O futuro que nos pertence. O pacto. A confidência. A nostalgia dos dias que passam. A saudade do que acontece a cada instante.
Amo-te na unicidade do teu ser. Do meu.
Na certeza convicta. Na verdade. Na entrega.
Amo-te a cada sorriso e batalha ganha.
Amo-te porque és a minha vida."

1 comentário:

Marcia Morais disse...

Lindo querida! boa semana!